Notícias em Destaques


Transição Energética e Emprego

A geração de emprego é um dos temas mais importantes no atual contexto de crise econômica no mundo e no Brasil. Em Junho de 2020, a Agência Internacional de Energia publicou um relatório no qual enfatizava a importância de se associar a transição energética à geração de emprego. Esse relatório é o tema do Curto-Circuito…

NOTA À IMPRENSA – AEEL

A Associação dos Empregados da Eletrobras (AEEL), diante da necessidade de mostrar para a sociedade o grande número de fundos internacionais com ações simultâneas da Eletrobras e da Americanas e os riscos interpostos para todos nós em função de práticas de gestão temerária da 3G, emite esta Nota à Imprensa: A recuperação judicial e os…

O sistema elétrico em perigo.

Roberto Pereira D´Araujo Depois de um racionamento que nos obrigou a economizar 25% da eletricidade em 2001, depois de elevações tarifárias inimagináveis para um país com tantos recursos naturais, depois de uma “escassez” hídrica com pouca diferença do histórico “período crítico”, depois do ineditismo de imposição de empréstimos para pagar kWh, depois da privatização da…

A Agência reguladora que não informa.

Roberto Pereira D´Araujo O vídeo abaixo é uma demonstração da ineficiência da ANEEL para a mais importante tarefa de uma agência reguladora: Informar sobre a evolução da tarifa brasileira. Como se pode ver, as informações sobre tarifa média que existiam de 2003 até 2021, sumiram. A ANEEL existe desde 1996, mas, mesmo assim, só publicava…

Números que revelam muita coisa.

Roberto Pereira D´Araujo Dados do FMI mostram que nos últimos 42 anos o PIB brasileiro cresceu 233%, o que corresponde aproximadamente a 2% ao ano, O mundo, em média, cresceu 392% ou 3,3% a cada ano. Mas, o que é possível perceber é que a linha azul (Brasil), depois de 1987, vai se afastando mais rapidamente…

Hidrogênio Verde: Finalidades

  Pietro Erber (*) A COP 27 evidenciou o esforço global necessário para evitar que o aumento da temperatura média mundial exceda 1,5 OC até o final do século. Além de investimentos da ordem de US $ 5 trilhões/ano, será necessário grande esforço de planejamento e coordenação para que desperdícios sejam evitados, seja na compensação…

Qual é a surpresa?

Roberto Pereira D´Araujo. Prezados: Infelizmente, no dia 30/01/ 2023, reescrevo essa introdução. Apesar de estarmos com um novo governo democrático, ainda há muitas incertezas sobre um retorno da Eletrobras para as mãos do estado brasileiro. Até agora, não se vislumbra uma base governamental que seja capaz de não apenas de recuperar a Eletrobras para o…

O mito da Lei das Estatais.

Roberto Pereira D’ Araujo O Brasil não é um exemplo mundial de obediência às leis. Aqui é comum ouvir a frase “essa lei não pegou”. Parece que estatutos de empresas públicas também não “pegam”. Reparem no Estatuto da Eletrobras aprovado antes da sua privatização (28/01/2021), que provoca tanta celeuma na mídia: Art. 5º- A Eletrobras…

Os Desafios do Novo Governo no Setor Elétrico

O novo governo irá encontrar um quadro extremamente desafiador no setor elétrico brasileiro. Em um quadro marcado pela transição energética, pelo esgotamento do modelo hidráulico e por uma agenda privada fortemente desestruturante, o novo governo terá que encontrar soluções que viabilizem o acesso à energia elétrica para a economia e a sociedade brasileira. Tomando como…

Reestatiza já, Lula!

Artigo de Rui Costa (*) Em 08 de dezembro de 2022, o grupo temático de Minas e Energia da transição do novo Governo Lula declarou em entrevista coletiva que existe uma dívida de cerca de 500 bilhões de reais acumulada durante o mandato de Bolsonaro e a gestão anterior a ser paga pelo consumidor de…

A “pejotização” da energia

Roberto Pereira D´Araujo Leio no jornal Valor (5/12/2022) que o Supremo Tribunal Federal decide “manter trabalhador como pessoa jurídica”. Cito parte da reportagem abaixo: “Ganhou força no Supremo Tribunal Federal (STF) um movimento de empregadores para validar a contratação como pessoa jurídica (empresa) de trabalhadores que, normalmente, exercem atividades intelectuais e são considerados hipersuficientes. Os…

Proposta do Instituto Ilumina para a reestruturação do Setor Elétrico Brasileiro

  Esse documento traduz uma contribuição do Instituto de Desenvolvimento Estratégico do Setor Energético – ILUMINA[1] ao novo governo do Exmo. Sr. Presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Desde sua criação, em 1996, o ILUMINA tem por objetivo defender o interesse público da sociedade brasileira, pensando o setor elétrico como instrumento para o desenvolvimento integrado,…

A Financeirização da Eletrobras

Os primeiros movimentos estratégicos da Eletrobras privatizada apontam claramente para a forte financeirização da empresa. A migração para o novo mercado da bolsa de valores; o lançamento de novo PDV; a saída das SPEs e a focalização na comercialização jogam a empresa no colo do mercado financeiro e a afastam defintivamente de seu papel histórico…

Conflitos do setor: Nem as leis da eletricidade escapam.

Roberto Pereira D´Araujo É impressionante a quantidade de conflitos no atual modelo do setor elétrico brasileiro. Tarifas altas ( > R$ 600/MWh) para a maioria dos consumidores, um mercado livre “caixa preta” que liquida MWh a menos de R$ 70 aproveitando sozinho sobras e hidrologias favoráveis jogando os custos para os consumidores fora do “mercado”. …

A Função Decisiva do Monopólio na Evolução Setor Elétrico

A partir da definição da opção pelo sistema único como padrão tecnológico para a configuração do setor elétrico, no final do século XIX, define-se um conjunto de desafios econômicos, organizacionais e institucionais para explorar as possibilidades abertas por essa opção. O monopólio foi uma solução chave para fazer frente a esses desafios e é tema…