Notícias em Destaques


A modernização fora de tempo e lugar do setor elétrico brasileiro

Neste podcast do Grupo de Economia da Energia do Instituto de Economia da UFRJ, Renato Queiroz e Ronaldo Bicalho conversam sobre as propostas do Governo de modernização do setor elétrico, que incluem a liberalização do mercado e a privatização da Eletrobras; chamando a atenção sobre a extemporaneidade dessas propostas diante dos verdadeiros desafios do setor.

Risco Hidrológico, uma licença Poética – Artigo de Edvaldo Santana no Valor

Roberto Pereira D’Araujo Análise do ILUMINA: A confusão estabelecida pelo modelo mercantil do setor elétrico, como, mostra o próprio articulista, proporciona um mistério de tal monta que o consumidor brasileiro não tem a mínima condição de entender como se forma sua tarifa. Mas, o que é triste e grave é que permite também um ex-diretor…

O Brasil sabe privatizar? Uma análise.

O vídeo mostra uma análise das privatizações brasileiras feitas até agora questionando: O Brasil sabe privatizar? O Brasil tem realmente empresas de estado? Qual foi a performance do setor privado pós privatização? Capitalização da Eletrobras: E na “descapitalização”, quem ganhou?  

Privatizada, distribuidora de Roraima já acumula dívida de R$ 286 milhões – Estado de São Paulo

Análise do ILUMINA: Claro que o problema de Roraima é grave. O Ilumina não pode negar esse fato. O que nós podemos chamar atenção é que, certamente, como já ocorreu outras vezes, se a empresa ainda estivesse sob o comando da Eletrobras, a manchete teria a palavra “ineficiência”. Apenas para lembrar aos desinformados leitores de…

Ilumina Notícias: Reflexões sobre a Privatização da Eletrobras

Neste Ilumina Notícias, Renato Queiroz analisa um conjunto de questões essenciais ligadas à privatização da Eletrobras. Da segurança do abastecimento às grandes incertezas presentes na transição energética, Renato, especialista do Instituto Ilumina, chama a atenção sobre o fato dessas questões estarem subestimadas, ou simplesmente ausentes, do debate brasileiro atual sobre o setor.

Mais uma evidência do intransponível “muro” da grande imprensa – Um curioso relato

Essa postagem serve apenas para explicitar a dificuldade do Ilumina divulgar informações que contestem políticas fortemente defendidas pela grande mídia. Como algumas pessoas podem ter percebido, a maioria dos jornais critica muito o presidente Bolsonaro, mas apoia integralmente as ideias do Ministro Paulo Guedes. O que se segue é apenas um curioso relato do que…

Bate-Papo Ilumina: A Crise Institucional e o Setor Elétrico Brasileiro

Neste Bate-Papo Ilumina, Ronaldo Bicalho, do Instituto Ilumina, e Eduardo Costa Pinto, do Instituto de Economia da UFRJ, conversam sobre a crise institucional brasileira e seus desdobramentos no setor elétrico do País. Da lava jato às dificuldades para as instituições realizarem a sua função crucial de coordenação no setor elétrico, Bicalho e Costa Pinto analisam…

Governo Bolsonaro desiste de injetar dinheiro na Eletrobras – Folha de São Paulo – Danielle Brant

Análise do Ilumina: O grande problema do ILUMINA, desde sua fundação em 1996, tem sido a enorme barreira de opiniões e divulgação de dados que contrariem afirmações de governos na imprensa brasileira. Um verdadeiro “muro” difícil de ser ultrapassado! Por exemplo: Vejam o que diz a Folha de São Paulo nessa notícia de 05/10/2019.  https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2019/10/governo-bolsonaro-desiste-de-injetar-dinheiro-na-eletrobras.shtml…

Debate ao vivo

Assista ao debate “Impacto Tecnológico da Privatização do Setor de Energia”, com a participação do Instituto Ilumina, ao vivo na TV ADUFRJ, dia 02/10 às 10:00 horas, clicando aqui ou no link: https://www.youtube.com/user/adufrj

Perda de valor de elétricas atinge R$ 145 bi – Valor Econômico

Análise do ILUMINA: Apesar da tarifa brasileira ter atingido níveis muito elevados sob qualquer enfoque, seja social ou econômico, a reportagem do Valor torna evidente que as associações representativas dos agentes econômicos ainda não estão satisfeitas. Estudo feito pela Agência Internacional de Energia usando o critério de paridade do poder de compra. Apesar dessa má…