A bolsa também conta a história

 Roberto Pereira D’ Araujo

As cotações de bolsa da Eletrobras (ELET3), examinadas com a correção da inflação (IPCA), contam uma triste história de destruição de valor da empresa. Os R$ 22 de janeiro de 2010, antes da intervenção desastrosa da MP 579, significam R$ 42 em fevereiro de 2020.

Se o “mercado” avalia esse nível sob a hipótese da venda, isso mostra que nem o próprio mercado considerava a Eletrobras ineficiente em 2010.

Mas o impressionante, que “monetiza” a perda de valor advindas de todas as “estratégias” suicidas adotadas nos sucessivos governos, é a simples correção inflacionária de R$ 14 de Janeiro de 2004 que, quando corrigida, atinge quase R$ 70!

Até a bolsa de valores registra o que o Brasil fez com uma das instituições que mais investiram no Brasil.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *