A Financeirização da Eletrobras

Os primeiros movimentos estratégicos da Eletrobras privatizada apontam claramente para a forte financeirização da empresa. A migração para o novo mercado da bolsa de valores; o lançamento de novo PDV; a saída das SPEs e a focalização na comercialização jogam a empresa no colo do mercado financeiro e a afastam defintivamente de seu papel histórico de garantidora da segurança energética elétrica do país. Esse é o tema desse Curto-Circuito 21. O programa é apresentado por Ronaldo Bicalho, pesquisador do Instituto de Economia da UFRJ.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *