Desestatizações no Setor Elétrico – Evento comemorativo no BNDES

O ILUMINA tem perfeita noção que jamais iria ser convidado para participar de um tipo de seminário onde diversos representantes de órgãos públicos (BNDES, ANEEL, MME, Eletrobras, entre outros) tecem elogios ao setor privado e criticam empresas públicas.

Ao contrário da posição ideológica radical contra a privatização, o que temos tentado mostrar é que o modo como se faz privatizações no Brasil não produz os resultados tão positivos que os discursos pregam.

Pela experiência brasileira da década de 90, evento que deveria constar como introdução em qualquer discurso que pregue a mesma receita, o resultado é muito contestável.

Vendemos toda a siderurgia, bancos, mineração, setor elétrico, telefonia e muitos outros por US$ 106 bilhões. A dívida pública subiu de 32% do PIB para 74%. A carga tributária saltou de 27% para 37% e nem todos os serviços melhoraram.

No caso do setor elétrico, as tarifas subiram muito e o setor vive em crises institucionais. Apesar disso, o assunto sequer é tocado por nenhum dos especialistas que defendem a continuidade do processo. Em resumo, falsos dados são citados para reforçar a ideia de que há uma ineficiência atávica na Eletrobras. 

O vídeo abaixo mostra a participação do Dr. Wilson Ferreira, atual presidente da Eletrobras em conjunto com contestações feitas em texto sobreposto à imagem. Sabemos que não é a melhor maneira de mostrar os conflitos, mas, para não perder o “timing” do evento, foi o que conseguimos. 

 

Quem quiser assistir o evento inteiro do BNDES, aqui está o endereço.

 

Compartilhe

      4 comentários para “Desestatizações no Setor Elétrico – Evento comemorativo no BNDES

    1. Bruno
      12 de fevereiro de 2019 at 0:11

      O melhor e mais lúcido instituto da engenharia brasileira no setor elétrico.

    2. José Antonio Feijó de Melo
      13 de fevereiro de 2019 at 17:12

      Pois é Sr. Bruno.
      Mas infelizmente desde a sua criação, em 1966 e até hoje, nenhum dos governos do Brasil quis ouvir as suas competentes e independentes observações sobre os múltiplos aspectos que envolvem o setor elétrico nacional, sempre comprovadas logo depois.

    3. 19 de fevereiro de 2019 at 18:29

      Muito bom esse site ele me foi indicado por uma engenheira da Chesf. Eu só queria fazer um observação sobre a privatização no geral. Moro na França e a privatização das empresas estatais aqui foi um escandalo. Acho que nao precisa lembrar do resultado da privatização no estado da California e na Inglaterra também que foi obrigada a voltar atrás. Apesar do Brasil estar se confirmando como a república das bananas, a privatização da energia é um orgia promovida pelo deus mercado para beneficio proprio em qualquer lugar do mundo.

      • Roberto D'Araujo
        19 de fevereiro de 2019 at 18:34

        Grato pelo elogio, Patricia. O Ilumina existe desde 1996 e acompanha todos os erro cometidos em série por vários governos de várias ideologias.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *