Notícias em Destaques


O mosaico do risco hidrológico e seus impactos no mercado – Artigo no Valor

Autores Joisa Dutra – diretora do Centro de Estudos em Regulação e Infraestrutura da FGV (FGV CERI). Gustavo Kaercher – pesquisador do FGV CERI e Sócio do Souto Correa Advogados. Lívia Amorim – pesquisadora do FGV CERI e Sócia do Souto Correa Advogados http://www.valor.com.br/opiniao/5162692/o-mosaico-do-risco-hidrologico-e-seus-impactos-no-mercado Análise do ILUMINA:  O artigo do link acima detalha os já…

Governo quer ar-condicionado mais eficiente a partir de 2018 – Estadão

Análise do ILUMINA: A palavra “eficiência” continua na moda! Por incrível que pareça, a imprensa não divulga e os “especialistas” consultados não citam o que aconteceu com a tarifa de energia elétrica brasileira desde 1995, quando o país adotou o “eficiente” e predominantemente privado modelo mercantil. Segundo dados da ANEEL, sem considerar impostos, encargos e bandeiras…

A tal da “ineficiência” da Eletrobras – Estudo

Esse post do ILUMINA foi feito em 23/08/17. Na mesma data, enviamos uma cópia para o Ministério para que, no mínimo, explicitassem as condições que “sugerem” ineficiência da Eletrobras. Para facilitar, enviamos os dados abaixo para serem contestados.  Também pedimos esclarecimentos sobre a base política que apoiou a lei que concentrou toda o peso de…

CEMIG: vendendo a casa para pagar o almoço – Jornal GGN

Por André Araújo (*) De todos os danos estruturais na economia brasileira provocados pelo programa neoliberal, nada mais emblemático do que a venda das maiores usinas hidroelétricas da CEMIG, adquiridas por multinacionais. Elas representam o pior tipo de capital estrangeiro porque não representam a criação de ativos novos, nem empregos, nem agregam valor ao Pais,…

Governo não vai levar estatal ao Novo Mercado – Valor

Análise do ILUMINA: O Brasil é realmente um país de cabeça pra baixo e sem memória! Aqui, alguém pode virar ministro fazendo um discurso totalmente contraditório!! Critica-se uma política do setor elétrico (MP 579), adotada em 2013, tendo elogiado essa mesma medida há bem pouco tempo (26/11/2012). O que se pode esperar de coerência quando…

Os Indícios – Artigo

Roberto Pereira D’Araujo Aproveitando, como metáfora, o fato de que a Eletrobras e São Pedro estarem sendo acusados de todos os problemas do setor elétrico, resolvemos tentar mostrar o enorme grau de desinformação que tem sido praticado no Brasil. Quem não conhece os números do setor, geralmente, fica confuso com essa explicação. Entretanto, como temos…

Entrevista do ILUMINA ao CORREIO DA CIDADANIA

http://www.correiocidadania.com.br/34-artigos/manchete/12868-privatizacao-da-eletrobras-o-brasil-sera-o-unico-pais-sem-controle-sobre-um-sistema-integrado-que-construiu Um dos grandes pilares da economia brasileira, portanto eterno alvo do apetite do mercado, o setor elétrico brasileiro convive com a possibilidade de perda de sua principal estatal, conforme anunciado pelo governo e o Ministério das Minas e Energia. Ex-assessor da presidência Eletrobrás (Período Pinguelli) e crítico implacável da gestão dos governos petistas no…

A privatização da Eletrobras é coisa nossa

  Por Ronaldo Bicalho (*) As propostas do governo Temer de privatização da Eletrobras e de mudança do modelo institucional do setor elétrico brasileiro representam, a princípio, uma retomada das reformas neoliberais dos anos 1990s. No entanto, a indústria elétrica no mundo hoje se encontra em um contexto completamente diferente daquele das primeiras reformas. Isto…

As marteladas na Eletrobras IV

Depois de mais de 15 anos com o setor elétrico sob um regime “mercantil” (aqui entre aspas pela esdrúxula adaptação que foi adotada por conta de características físicas do Brasil), a tarifa industrial do mercado das distribuidoras tinha subido 108% real. A residencial 51% acima da inflação, sempre lembrando que esse número médio é mais…

O ILUMINA de volta

Pedimos desculpas pelo estranho silêncio da página do ILUMINA, justamente no período onde tantas decisões são tomadas em sentido inverso ao apontado por nós, desde 1996, quando o ILUMINA nasceu. Por motivo de minha viagem ao exterior e por problemas técnicos do meu computador, a página não pode ser atualizada. Apesar de ainda estar fora…