Notícias em Destaques


JB – 04.12.97 Cataguazes-Leopoldina compra Energipe Grupo paga R$ 577,1 milhões por empresa, em leilão que teve o maior ágio de todas as privatizações do setor elétrico: 96,06%SÔNIA ARARIPE …

JB – 04.12.97 Cataguazes-Leopoldina compra Energipe Grupo paga R$ 577,1 milhões por empresa, em leilão que teve o maior ágio de todas as privatizações do setor elétrico: 96,06% SÔNIA ARARIPE O grupo Cataguazes-Leopoldina, que já atua na área de energia elétrica na região da Zona da Mata, no sudeste de Minas Gerais, dirigido pelo empresário…

O GLOBO 03.07.97 JUSTIÇA SUSTA DECRETO QUE PERMITIA CISÃO DE FURNAS BRASÍLIA, 3 – O juiz Antônio Oswaldo Scarpa, da 6a. Vara da Justiça Federal de Brasília , concedeu, ontem à noite, limin …

O GLOBO 03.07.97 JUSTIÇA SUSTA DECRETO QUE PERMITIA CISÃO DE FURNAS BRASÍLIA, 3 – O juiz Antônio Oswaldo Scarpa, da 6a. Vara da Justiça Federal de Brasília , concedeu, ontem à noite, liminar suspendendo o decreto assinado pelo presidente Fernando Henrique Cardoso, em 24 de maio deste ano, que autorizava a cisão de Furnas Centrais…

Muito estranho que o ONS tenha sido isentado de culpa. Muito estranho tabém que a LIGHT também tenha ficado de fora. As oscilações de tensão que ultrapassaram o máximo nominal no Rio não fiz …

Muito estranho que o ONS tenha sido isentado de culpa. Muito estranho tabém que a LIGHT também tenha ficado de fora. As oscilações de tensão que ultrapassaram o máximo nominal no Rio não fizeram as proteções da LIGHT atuar. GLOBO 2/9/99 Duas empresas punidas por blecaute Roberto Cordeiro BRASÍLIA. A Agência Nacional de Energia Elétrica…

O GLOBO 02.06.97 George Vidor Dúvidas elétricasA modelagem que a empresa de consultoria Coopers & Lybrand está preparando, sob encomenda do Governo, para o setor elétrico – um dos próximos passos da …

O GLOBO 02.06.97 George Vidor Dúvidas elétricas A modelagem que a empresa de consultoria Coopers & Lybrand está preparando, sob encomenda do Governo, para o setor elétrico – um dos próximos passos da privatização – promete ser bem realista. Os consultores perceberam que a legislação brasileira ainda não oferece segurança aos futuros investidores, especialmente no…

O ESTADO DE S.PAULO 13.02.98 Sexta-feira,13 de fevereiro de 1998 Light e Cerj contestam multas IRANY TEREZA e BERNARDO DE LA PEÑARIO – A Cerj, concessionária responsável pela distribuição de energia …

O ESTADO DE S.PAULO 13.02.98 Sexta-feira, 13 de fevereiro de 1998 Light e Cerj contestam multas IRANY TEREZA e BERNARDO DE LA PEÑA RIO – A Cerj, concessionária responsável pela distribuição de energia no interior do Estado do Rio, vai recorrer na Justiça da multa de R$ 800 mil aplicada pela Agência Nacional de Energia…

O ESTADO DE S.PAULO 12.12.97 Sexta-feira,12 de dezembro de 1997 Azeredo desiste de vender Cemig e ações caem Alegação para manter estatal é “importância social”, mas resultado na Bovespa é …

O ESTADO DE S.PAULO 12.12.97 Sexta-feira,12 de dezembro de 1997 Azeredo desiste de vender Cemig e ações caem Alegação para manter estatal é “importância social”, mas resultado na Bovespa é queda é de 6,32% EVALDO MAGALHÃES BELO HORIZONTE – O governador de Minas, Eduardo Azeredo (PSDB), jogou um balde de água fria no mercado financeiro…

EM AÇÃO POPULAR GIONEDIS DIZ QUE INGO HUBERT E MARIO CELSO PETRAGLIA (EX-PRESIDENTE DO ATLÉTICO PARANAENSE E VICE PRESIDENTE DA INEPAR ) SÃO SOCIOS EM SUBSIDIÁRIAS DA COPEL QUE NÃO CONSTARAM DA A …

EM AÇÃO POPULAR GIONEDIS DIZ QUE INGO HUBERT E MARIO CELSO PETRAGLIA (EX-PRESIDENTE DO ATLÉTICO PARANAENSE E VICE PRESIDENTE DA INEPAR ) SÃO SOCIOS EM SUBSIDIÁRIAS DA COPEL QUE NÃO CONSTARAM DA AVALIAÇÃO DO CONSORCIO DIAMANTE ! Gregos e troianos" contra venda da empresa estatal Enquanto o advogado do Fórum Popular Contra a Venda da…

Problemas Elétricos para o Futuro Governo Contra tudo e contra todos, os atuais gestores do setor elétrico, a poucos meses do final de governo, teimam em realizar um leilão da chamada "energia velha". &Eac …

Problemas Elétricos para o Futuro Governo Contra tudo e contra todos, os atuais gestores do setor elétrico, a poucos meses do final de governo, teimam em realizar um leilão da chamada "energia velha". É evidente que essa é uma atitude que beira o vandalismo, pois cinquenta ações judiciais correm contra essa decisão e um mínimo…

O ESTADO DE S.PAULO 10 de agosto de 1997 Privatização de estatal energética na Bahia segue receita de sucesso HELIO GAMA NETO Enviado especialSALVADOR – O processo de privatização da Companhia de E …

O ESTADO DE S.PAULO 10 de agosto de 1997 Privatização de estatal energética na Bahia segue receita de sucesso HELIO GAMA NETO Enviado especial SALVADOR – O processo de privatização da Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba), vendida há duas semanas para o grupo espanhol Iberdrola por R$ 1,73 bilhão, repetiu a fórmula…

O ESTADO DE S. PAULO Domingo,8 de fevereiro de 1998 A Aneel na escuridão SUELY CALDAS De todas as explosões verbais do ministro das Comunicações, Sérgio Motta, em seus três anos de governo, n …

O ESTADO DE S. PAULO Domingo,8 de fevereiro de 1998 A Aneel na escuridão SUELY CALDAS De todas as explosões verbais do ministro das Comunicações, Sérgio Motta, em seus três anos de governo, nenhuma foi tão oportuna, útil e justa como a acusação que fez ao Ministério das Minas e Energia na condução da privatização…

Requião suspende aumento de energia Miriam Karam , De Curitiba Horas depois de voltar atrás na decisão de intervir nas praças de pedágio, o governador do Paraná, Roberto Requião (PMDB), …

Requião suspende aumento de energia Miriam Karam , De Curitiba Horas depois de voltar atrás na decisão de intervir nas praças de pedágio, o governador do Paraná, Roberto Requião (PMDB), anunciou mais uma medida de impacto: a suspensão do aumento de 25,27% nas tarifas da energia vendida pela Companhia Paranaense de Energia (Copel), autorizado pela…

Estado de São Paulo 28/05/99 Privatização de Furnas pode ser adiada GUSTAVO ALVES RIO – A decisão da 5ª Turma do Tribunal Regional Federal do Rio de Janeiro (TRF-RJ) de impedir a divisão da part …

Estado de São Paulo 28/05/99 Privatização de Furnas pode ser adiada GUSTAVO ALVES RIO – A decisão da 5ª Turma do Tribunal Regional Federal do Rio de Janeiro (TRF-RJ) de impedir a divisão da parte elétrica de Furnas enquanto a Justiça não definir se foi legal a separação da atividade nuclear da estatal pode impedir…

O Ilumina, que têm mantido sua home page repleta de informações da imprensa, não têm como reproduzir aqui todas as notícias veiculadas nos jornais de 12/03/99. Entretanto, é preciso esclar …

O Ilumina, que têm mantido sua home page repleta de informações da imprensa, não têm como reproduzir aqui todas as notícias veiculadas nos jornais de 12/03/99. Entretanto, é preciso esclarecer que relações o apagão ocorrido no dia 11 de março tem com os processo de privatização do setor elétrico: Os raios que atingiram a sub…

  Os fatos revelam que o capital privado estrangeiro reluta em liderar uma retomada do investimento no setor elétrico. Apesar disso, as autoridades não reconhecem a timida participaçãoe insistem em des …

Os fatos revelam que o capital privado estrangeiro reluta em liderar uma retomada do investimento no setor elétrico. Apesar disso, as autoridades não reconhecem a timida participaçãoe insistem em desarticular as empresas capazes de investir. Para vontades relutantes de investimento, nada melhor do que uma privatização "na margem" como já experimentada em FURNAS e CEMIG.…

OS ARGUMENTOS DO MINISTRO CELSO LAFER Olavo Cabral Ramos Filho Artigo do Ministro e Professor Celso Lafer, na página 3, primeiro caderno, da edição de 29 de abril da Folha de S. Paulo, merece um breve come …

OS ARGUMENTOS DO MINISTRO CELSO LAFER Olavo Cabral Ramos Filho Artigo do Ministro e Professor Celso Lafer, na página 3, primeiro caderno, da edição de 29 de abril da Folha de S. Paulo, merece um breve comentário seguido, quem sabe, de esclarecimentos adicionais que seriam de grande utilidade a sociedade. Fico pensando o que diriam…