Notícias em Destaques


Pior que FHC!

Fazemos nossa a análise de João Sayad. Não há mais como acreditar que o governo Lula fará o que prometeu. Quando a sociedade votou no PT não queria apenas mudanças. Desejava que elas fosse iniciadas imediatamente. Não aceita que, mais uma vez, venha se dizer que é necessário que o povo, principalmente a parcela mais…

Mas,… o que propõem esses senhores ?

Nem é preciso muito estudo para analisar a questão sob outro ponto de vista. Antes do racionamento, vergonhoso fenômeno gestado pelo modelo incompleto que esses dois senhores insistem em defender, o país consumia algo no entorno de 320 TWh. Vinhamos acrescentando 15TWh novo a cada ano, o que exige aproximadamente 3.5 GW de usinas novas…

Desenvolvimento econômico e “energia velha” no Brasil

1- A fonte hidrelétrica Entre seus abundantes recursos naturais, o Brasil possui um dos maiores potenciais hidrelétricos do mundo. A hidreletricidade é uma fonte energética renovável que, embora exija a substituição localizada de ecossistemas, isto é, cerrados, matas ou culturas por lagos, tem importantes vantagens ambientais sobre as outras alternativas, todas não renováveis, utilizadas mundialmente…

Indústrias Eletrointensivas e Autoprodução: propostas para uma política energética de resgate do interesse público

Célio Bermann Professor do Programa de Pós-Graduação em Energia da USP e-mail: cbermann@iee.usp.br Resumo Este estudo avalia a estratégia que vem sendo desenvolvida nos últimos anos pelos setores industriais eletrointensivos, de assegurar o suprimento de energia elétrica através da autoprodução. São consideradas como atividades industriais eletrointensivas as indústrias de cimento, ferro-gusa e aço, ferro-ligas, não-ferrosos…

Sede

Rua Capistrano de Abreu, 12 / 3o. andar-BotafogoRio de Janeiro – CEP:22271-000 Tel/Fax:21 2537-4350 Tel 21 2266-1437e-mail:ilumina@ilumina.org.br site: www.ilumina.org.br

Porque o Ilumina?

De 1995 até agora, as tarifas de energia elétrica no Brasil dobraram. O consumidor foi obrigado a se sacrificar para escapar da terrível situação de ter seu fornecimento de energia elétrica cortado. As empresas distribuidoras, por culpa de contratos de concessão mal feitos, desempregaram uma multidão de trabalhadores, terceirizando e precarizando as condições de atendimento…

Estatuto do Ilumina

(Com as modificações estabelecidas nas Assembléias Gerais de 11/03/1998,12/07/1999 e 24/11/2005)CAPÍTULO I Da Definição, Denominação, Objetivos e dos Princípios da Instituição Art. 1.º O Instituto de Desenvolvimento Estratégico do Setor Energético – ILUMINA é uma sociedade civil de direito privado, sem fins lucrativos, apartidário e regido pelo presente Estatuto Social e pela Legislação em vigor.…

Um modelo para não ser seguido

Abaixo a Ilumina publica um artigo traduzido do SPECTRUM ­ IEEE dos Estados Unidos ­ REESTRUTURAÇÃO DO SETOR ELÉTRICO NA INGLATERRA: UM MODELO PARA NÃO SER SEGUIDO ­ que expõe a série de impasses e desequilíbrios econômicos e operacionais que resultaram da desregulamentação da indústria de energia elétrica, submetendo-a à manipulações do livre mercado. O…

O Tarifaço de Energia Elétrica e a Cisão de Geradoras – Audiência no Congresso Nacional

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REDAÇÃO FINAL EM COMISSÕES ENERGIA ELETRICA: TARIFAÇO E CISÃO DE GERADORAS EVENTO: Seminário N°: 344/2002 DATA: 7/5/2002 INÍCIO: 10h30min TÉRMINO: 13h49min DURAÇÃO: 3h19min TEMPO DE GRAVAÇÃO: 3h23min PÁGINAS: 85 QUARTOS: 21 REVISÃO: Antonio Morgado, Gilberto, Lia, Marlúcia SUPERVISÃO: J. Carlos, Letícia, Myrinha CONCATENAÇÃO: Débora TEXTO COM REDAÇÃO…

A Reconstrução do Setor Elétrico Brasileiro

Ildo Luís Sauer, Luiz Pinguelli Rosa, Roberto Pereira D’Araujo, Joaquim Francisco de Carvalho, Leslie Afranio Terry, Luiz Tadêo Siqueira Prado, João Eduardo Gonçalves LopesA reforma liberal do setor elétrico ocasionou “apagão”, carestia e paralisação dos investimentos. A reconstrução do setor, com o imprescindível debate democrático das idéias, destituído de preconceitos, é condição crucial para a…

Duas Polêmicas

Duas polêmicas sobre uma falsa ortodoxia obrigatória. O das agências, chega a ser uma piada. Alguns acham que não interessa se as leis são justas ou injustas. Se favorece um grupo, bota a Agência Reguladora, paga com dinheiro da sociedade, para brigar com o Governo. Ao invés de discutir a estabilidade de regras usando um…

Só má notícia!

Segundo o BNDES o total arrecadado com a venda das empresas estatais de todos os setores somou um pouco mais de US$ 100 bi. (O setor elétrico foi responsável por 30% dos US$ 100 bi). Uma parte desse montante, na realidade, não é dinheiro mesmo. Como todos sabem, os compradores puderam utilizar títulos do governo…

2003 já vai tarde

Dois aspectos que devem ser ressaltados na notícia sobre o seguro apagão no Nordeste. Para economizar água dos reservatórios, já que não está chovendo o suficiente, ligam-se as térmicas. Entretanto, tanto fazia liga-las agora ou 6 meses atrás. A economia é a mesma. Porque não se ligaram as térmicas mais baratas então? 1 – Há…

Parceiros indesejados

O ILUMINA sempre se manifestou contrário ao processo de privatização da forma como foi concebido no Brasil. Aqui, a lógica da alienação dos ativos como estratégia para diminuição da dívida pública, sempre insuficiente, se sobrepôs ao objetivo de modernização do setor e estabelecimento de um paradigma capaz de atrair o capital privado mantendo o espírito…