Notícias em Destaques


Posição do Clube de Engenharia

SETOR ELÉTRICO POSIÇÃO DO CLUBE DE ENGENHARIA Histórico: Atento aos problemas que poderiam advir no setor elétrico brasileiro, o Clube de Engenharia, de modo pioneiro, tendo em vista o inicio das discussões sobre as transformações programadas para o setor, pronunciou-se em três momentos ­ 14 de maio de 1989, 11 de agosto de 1992 e…

Recomeça a loucura?

No momento em que se afunilam as discussões sobre um novo modelo para o setor elétrico e ainda há defensores do modelo do FHC, o MAE dá uma demonstração clara da loucura que está em vigor. Olhem só como variou o preço do MAE para a energia no Nordeste: semana passada estava em 22 R$/MWh;…

Cedendo mais

Contabilizado o estrago nas contas do BNDES, o embróglio da Eletronet que deixa a Eletrobrás em situação perigosa, o aumento da dívida externa do país, a remessa de dividendos ao exterior e finalmente o desemprego causado pela dispensa e terceirização da força de trabalho da Eletropaulo, é difícil imaginar uma privatização mais perniciosa do que…

Não é só agua que falta!

Não é só água que está faltando. Falta também critério consistente. Duas coisas aconteceram nos últimos 10 anos. A primeira é que o sistema de reservatórios interligados que, no passado, era capaz de guardar energia suficiente para 2 anos de consumo, agora só consegue guadar 6 meses(*). A segunda é o desmonte do planejamento que…

Mandrake!

O ILUMINA capturou nos instantâneos ao lado o que acontecia no Brasil no exato momento em que o risco Brasil caia mais um pouco. Como já anunciamos aqui, o Risco Brasil e o Risco Cidadão são variáveis inversamente proporcionais. Fazemos nossas as palavras de Luis Nassif. É preciso ser mágico para achar tudo isso maravilhoso!…

AES não perde nunca!

Incrível, mas o BNDES irá abrir mão da AES Tietê a única empresa saudável que daria alguma segurança ao negócio no acordo de renegociação da dívida da Eletropaulo. O nível de apelação é absurdo: O Diretor do BNDES, Roberto Timóteo, na matéria abaixo, já admite trocar a garantia da AES Tietê por “outros confortos financeiros”.…

O consumidor é o verdadeiro investidor

Leio nos jornais: “De acordo com Wolfgang Rüth, especialista em energia da Roland Berger, no modelo proposto, ao oferecer um “mix” de energia velha – fornecida pelas atuais geradoras – e energia nova – das futuras usinas, há um subsídio embutido.” A energia velha será vendida a um preço baixo, que não leva em conta…

O Pool pode ser uma péssima idéia

Quando, em 2002, o Instituto da Cidadania convidou um grupo de técnicos para formular as diretrizes para o que seria um novo modelo para o setor elétrico brasileiro, o espírito dominante era o do interesse público e o do resgate do papel do estado através de suas empresas públicas. Sob esse amplo conceito, estava claro…

O Pool é uma boa idéia

Quem já dirigiu seu automóvel pela Avenida Nossa Senhora de Copacabana em horário comercial, sabe que particulares não podem trafegar pelas pistas da direita. Elas ficam tomadas de ônibus que disputam os passageiros ao longo dos quatro quilômetros da avenida. Vista de cima, a via parece “asfaltada” de tetos de ônibus, tal a quantidade de…

Responsabilidade Pública

É verdade, o consumidor brasileiro está começando a exigir seus direitos. Isso é muito positivo e, na realidade, resulta de um duro aprendizado e ainda exige uma longa conquista. Entretanto, alguns relacionamentos entre consumidores e fornecedores não podem ser deixados ao sabor dessa nova força da cidadania. São setores cujo sistema de produção não apresentam…

Energia Emergencial: A Confissão do Fracasso

O modelo mercantil, escolhido para estruturar o setor elétrico brasileiro já provocou um racionamento, alguns apagões e um ambiente tão incerto, que, cada vez menos se assemelha a um mercado. As regras estão tão indefinidas, que, hoje, não sabemos quantificar a energia que dispomos para compor a oferta de eletricidade no futuro. Não se trata…

A medicina do talibã

O Relatório de Progresso n 2, do Comitê de Revitalização do Setor Elétrico, de inocente título burocrático, na realidade esconde um rosário de absurdos que levarão ao já combalido setor elétrico perder o que restava de interesse público. Com uma introdução teórica que lembra um livro básico de Microeconomia, passa por aspectos fundamentais da realidade…

Como Eram Simples os Meus Electrons

Disse o sr. Pedro Parente que o sistema elétrico brasileiro é um dos mais complexos que existem. Por todas as manifestações do ministro nos últimos tempos, só poderíamos analisar tal declaração e diagnosticá-la como sintoma de pasmice contraditória, para dizer o mínimo. Ora bem ! De um lado os de boa fé interpretariam a fala…

Parede impenetrável: má fé ou ideologia?

A entrevista do ministro do apagão, economista Pedro Parente, n´O GLOBO de 15 de julho, pode causar irritação e repulsa. Nos anos da ditadura militar esse estado de espirito, causado pelos hábitos e comportamentos dos que detinham o poder na ocasião, nos levavam a algo muito mais angustiante: sentimento de pasmo e impotência. Hoje a…

O excedente que era déficit

Parece não haver dúvidas que estamos em racionamento de energia elétrica. Ainda não tivemos apagões pois se optou por “racionalizar” o consumo, através da ameaça aos consumidores, mas não há absolutamente nenhuma garantia de que não fiquemos no escuro. Se tudo der certo, chegaremos a outubro com os reservatórios no mais baixo nível da história…