Notícias em Destaques


Subserviência sem par

Não nos venham acusar de radicais! Estamos devolvendo na mesma moeda as declarações de quem deveria estar calado! EDITORIAL DO ESTADAO DE 13.12.03 Modelo Geisel É um retrocesso – e não se está usando esta palavra com ligeireza – o novo modelo do setor elétrico nacional, anunciado na quinta-feira pelo presidente Lula e consubstanciado em…

Festival de Bobagens

O Estado de São Paulo nos presenteia com um fenômeno que só ocorre no Brasil. Responsáveis por desastres passados vêm dar lições. Na Califórnia o Governador perdeu o cargo e ninguem quer saber suas opiniões sobre o setor elétrico. Já aqui….Só com muita paciência e bom humor! Críticas ao modelo derrubam ações de elétricas (ESP…

Bem melhor, mas…

Em primeiro lugar, o modelo é infinitamente melhor do que o mercantil. Na nossa opinião é extremamente positiva a proibição do self-dealing, a compra de energia por leilões, a volta do poder concedente para o MME e a licitação de novos projetos pela menor tarifa. Entretanto, ainda temos dúvida quanto a necessidade de se criar…

Quanta bobagem

Estatais de energia devem ganhar com novo modelo SANDRA BALBIDA REPORTAGEM LOCAL Os grandes beneficiados pelo novo modelo do setor elétrico, anunciado ontem, são as empresas estatais e estaduais de energia, as empreiteiras de obras públicas e os fabricantes de equipamentos, além do próprio Ministério de Minas e Energia, autor do projeto que será enviado…

Não tem jeito mesmo

É muito cedo para ter qualquer opinião sobre o modelo. A única crítica que podemos fazer é sobre a forma nada democrática de como foi elaborado o que vem por ai. Entretanto, os críticos de plantão, principalmente os que estiveram umbilicalmente ligados ao modelo mercantil, já dispararam sua metralhadora. A principal discordância desses senhores é…

Posição do Clube de Engenharia

POSIÇÃO DO CLUBE DE ENGENHARIA Histórico: Atento aos problemas que poderiam advir no setor elétrico brasileiro, o Clube de Engenharia, de modo pioneiro, tendo em vista o inicio das discussões sobre as transformações programadas para o setor, pronunciou-se em três momentos ­ 14 de maio de 1989, 11 de agosto de 1992 e outubro de…

Efeito demonstração

Remessa de lucro prejudica BNDES em acordo SANDRA BALBIDA REPORTAGEM LOCAL O caixa da AES Tietê -a jóia da coroa do acordo para resolver a dívida de US$ 1,2 bilhão que a AES Corporation tem com o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social)- está sendo esvaziado. Pelo menos R$ 100 milhões estão indo…

Posição do Clube de Engenharia

SETOR ELÉTRICO POSIÇÃO DO CLUBE DE ENGENHARIA Histórico: Atento aos problemas que poderiam advir no setor elétrico brasileiro, o Clube de Engenharia, de modo pioneiro, tendo em vista o inicio das discussões sobre as transformações programadas para o setor, pronunciou-se em três momentos ­ 14 de maio de 1989, 11 de agosto de 1992 e…

Recomeça a loucura?

No momento em que se afunilam as discussões sobre um novo modelo para o setor elétrico e ainda há defensores do modelo do FHC, o MAE dá uma demonstração clara da loucura que está em vigor. Olhem só como variou o preço do MAE para a energia no Nordeste: semana passada estava em 22 R$/MWh;…

Cedendo mais

Contabilizado o estrago nas contas do BNDES, o embróglio da Eletronet que deixa a Eletrobrás em situação perigosa, o aumento da dívida externa do país, a remessa de dividendos ao exterior e finalmente o desemprego causado pela dispensa e terceirização da força de trabalho da Eletropaulo, é difícil imaginar uma privatização mais perniciosa do que…

Não é só agua que falta!

Não é só água que está faltando. Falta também critério consistente. Duas coisas aconteceram nos últimos 10 anos. A primeira é que o sistema de reservatórios interligados que, no passado, era capaz de guardar energia suficiente para 2 anos de consumo, agora só consegue guadar 6 meses(*). A segunda é o desmonte do planejamento que…

Mandrake!

O ILUMINA capturou nos instantâneos ao lado o que acontecia no Brasil no exato momento em que o risco Brasil caia mais um pouco. Como já anunciamos aqui, o Risco Brasil e o Risco Cidadão são variáveis inversamente proporcionais. Fazemos nossas as palavras de Luis Nassif. É preciso ser mágico para achar tudo isso maravilhoso!…

AES não perde nunca!

Incrível, mas o BNDES irá abrir mão da AES Tietê a única empresa saudável que daria alguma segurança ao negócio no acordo de renegociação da dívida da Eletropaulo. O nível de apelação é absurdo: O Diretor do BNDES, Roberto Timóteo, na matéria abaixo, já admite trocar a garantia da AES Tietê por “outros confortos financeiros”.…

O consumidor é o verdadeiro investidor

Leio nos jornais: “De acordo com Wolfgang Rüth, especialista em energia da Roland Berger, no modelo proposto, ao oferecer um “mix” de energia velha – fornecida pelas atuais geradoras – e energia nova – das futuras usinas, há um subsídio embutido.” A energia velha será vendida a um preço baixo, que não leva em conta…

O Pool pode ser uma péssima idéia

Quando, em 2002, o Instituto da Cidadania convidou um grupo de técnicos para formular as diretrizes para o que seria um novo modelo para o setor elétrico brasileiro, o espírito dominante era o do interesse público e o do resgate do papel do estado através de suas empresas públicas. Sob esse amplo conceito, estava claro…